Cisto de Ovário

Os cistos ovarianos podem ser de diversas origens sendo o cisto simples funcional o mais comum. Estes decorrem de ciclos menstruais ovulatórios e na grande maioria das vezes não necessitam de nenhuma intervenção, pois fazem parte de um processo fisiológico feminino. 

Apesar da maioria não necessitar de intervenção, um parcela apresenta sinais de alerta e necessita de avaliação médica para que a melhor conduta seja adotada.
Sinais de alerta para os cistos:

  • Ocorrência em extremos de idade (infância e após a menopausa)

  • Crescimento rápido

  • Tamanho maior que 10 cm

  • Dor intensa

  • Perda de peso

cisto-ovariano.jpeg
  • Características especificas que preocupam ao exame de imagem (cistos complexos)

  • Alteração de marcadores tumorais

O fato de ter um cisto no ovário gera bastante preocupação nas mulheres. Cada caso deve ser avaliado individualmente com cuidado necessário para evitar uma abordagem cirúrgica dispensável principalmente em pacientes jovens!!!

Quando a cirurgia for necessária existem duas modalidades para a sua execução:

  1. Ooforoplastia: cirurgia que retira somente o cisto e mantém o ovário. É indicada para os casos de cistos benignos, hemorrágicos, de endometriose e teratomas.

  2. Ooforectomia: cirurgia para a retirada completa do ovário. É reservada para alguns casos restritos como suspeita de malignidade, ou quando o cisto é grande o suficiente para ocupar todo o ovário que não resta tecido ovariano funcional.

O seu médico deverá sempre ser consultado para definir o melhor tratamento.
Conte com a minha atenção e marque uma consulta!!!

Whats_App.webp

Dra. Gabrielli Tigre - Ginecologia Minimamente Invasiva